Adicional de Periculosidade – embasamento legal
18 de dezembro de 2016
Doméstico – Nova Funcionalidade sistema eSocial Empregador Doméstico
19 de dezembro de 2016

Após Lei Domésticos Previdência social tem incremento de 40% na contribuição será essa a Previdência quebrada?

Após completar 1 ano de existência, vejamos que houve um aumento considerado na Arrecadação Previdenciária, eis que há um desencontro de informações, nos noticiários e veiculado pelo Governo que a Previdência Social esta com deficit será? Para recompor o “Prejuízo” o Governo precisa aprovar a (PEC) 287/16 que há 05 dias foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (15), por 31 votos a favor e 20 contra, agora a próxima etapa será a criação de uma comissão especial para debater o mérito da proposta, que estabelece que o trabalhador precisa atingir a idade mínima de 65 anos e pelo menos 25 anos de contribuição para poder se aposentar. Neste caso, ele receberá 76% do valor da aposentadoria – que corresponderá a 51% da média dos salários de contribuição, acrescidos de um ponto percentual desta média para cada ano de contribuição, vamos aguardar cenas do triste desfecho que pode acontecer com toda sociedade brasileira.

Ainda em relação a doméstica conforme anunciado na reportagem do IG vejamos:

A Previdência Social teve incremento de 40% em contribuição em um ano em que está em vigor a Lei Complementar (LC) 150/15; hoje mais de 1,7 milhões de empregados domésticos da categoria tem proteção social.

Nesta quinta-feira (10) a lei completou um ano e em debate na Comissão de Legislação Participativa, na Câmara, Dantas ao lado de trabalhadores autônomos, os empregados domésticos representam a categoria que tinha menor proteção. Outra informação compartilhada pelo diretor foi que em 2014, pelo menos 45,7% dos domésticos contribuíam para a Previdência Social.

“Apesar de hoje 72% da população ocupada estar protegida socialmente, ainda temos o desafio de quase 30%”, afirmou ele. Dantas reconheceu ainda que falhas no sistema no período em que foi implantado. “O eSocial doméstico, apesar de ter tido problemas de adaptação, é considerado um grande avanço no recolhimento de tributos e contribuições”, disse.

Quer dizer tivemos avanços em relação a implantação dos Direitos das Domesticas, por sinal tardio, só que por outro lado, o Governo estende uma mão, e quer tirar com a outra, no futuro para poder ter seu sustendo e direito a aposentadoria todos os trabalhadores inclusive os domésticos se aprovada a PEC 287 passaram a se aposentar com 65 anos.

Com isto acredito que crescerá o número de desempregados, quer seja Jovens ou idosos, uma vez que sua saída do mercado de trabalho irá ser prorrogada em virtude de sua aposentadoria, agora o mercado irá absorver pessoas trabalhando com certa idade, e caso de desemprego como ficará a situação dessas pessoas o que nos espera no futuro…

Penso que as pessoas deveriam se aposentar com no máximo 55 anos de idade, abrindo assim novas oportunidades de frente de trabalho para os Jovem, porém com um determinação legal, se aposentou não pode mais trabalhar com registro em carteira. A aposentadoria é o momento da pessoa desfrutar junto com a Família, viajar, conhecer lugares, porém que irá mais sofrer será a classe baixa da população, pois a classe alta não se preocupa com essa miséria de aposentadoria oferecida pelo governo.

Fonte: http://economia.ig.com.br/2016-11-10/empregados-domesticos.html – acessado em 20.12.2016

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2016-12/ccj-da-camara-aprova-admissibilidade-da-pec-da-reforma-da-previdencia  –  acessado em 20.12.2016

 

Os comentários estão fechados.